Isiara Caruso - escritora - contos, minicontos, poesia, poetrix - Buenos Aires, Porto Alegre

Poesias

Coisas de mãe

Mãe é tudo igual,
muda o endereço, coisa e tal.
Ainda que só tenha uma,
uma são todas elas.
Te ama desde a barriga,
Chorou:
- quando nasceste,
- quando foste à escola,
- quando terminaste a escola
- quando te formaste;
- quando te fostes;
- quando casaste;
- quando teu filho nasceu.
Não dormia:
- quando choravas,
- quando não ouvia tua respiração;
- enquanto não ouvia abrires a porta,
Não sossega:
- quando não ligas nos fins de semana.
- por qualquer caraminhola.
Por certo mãe é tudo igual.
Te ama mais que sua vida, afinal.
IsiCaruso

Isiara Caruso
14/05/2015