Isiara Caruso - escritora - contos, minicontos, poesia, poetrix - Buenos Aires, Porto Alegre

Poesias

Saudade



Grudado no céu da boca
guardo o gosto de goiabada.
Grita, na gruta da grota,
um grilo na guabiroba.
Ringe na volta da curva,
um trem soltando fumaça.
Gotas de guache goteiam,
no godê da vida à toa.
E enquanto o dia esvoaça,
teço o fio da vida,
numa roca encantada,
onde o pensamento voa.
E a lembrança desata
do peito toda esta saudade
que navega e jamais passa.

Isiara Caruso
15/05/2015