Isiara Caruso - escritora - contos, minicontos, poesia, poetrix - Buenos Aires, Porto Alegre

Poesias

Despertamento


Ensimesmou-se.
Perdeu o rumo.
Sua perspicácia “desagudeceu”,
perdeu a manha, a astúcia,
sua malícia adormeceu.
Malucou de vez, perdeu o tino e a razão.
Deu em sonhar sem vestir a fantasia.
Mas naquele dia,
só por birra,
vestiu-se de princesa,
perfumou-se com mirra
e saiu atrás da alegria.


Isiara Caruso
19/07/2016